icn-close
icn-phone
(+351) 289 315 235
geral@jf-quarteira.pt
icn-fb
Facebook
HOME

Fado e prata da casa brilham na Praça do Mar

2017-06-20

No palco instalado na Praça do Mar, desfilaram no sábado (13) seis bandas locais que mostraram a um público bastante participativo, um excelente nível musical. O cartaz de animação teve como principal convidada a fadista Gisela João, que ofereceu na noite de 12 de maio um espetáculo repleto de magia.

Gisela João
A fadista de Barcelos trouxe um excelente reportório a Quarteira com temas de ‘Nua’, o seu mais recente álbum.


Orgulhosos por cantarem em casa
No âmbito da sua atuação no Dia da Cidade, as seis bandas de Quarteira deram-se a conhecer também fora do palco. E revelaram a importância que a participação no evento teve para o grupo, a par das respetivas ambições no panorama musical.

Miranda Eloquente
O rapper cabo-verdiano realizou mais uma vez o sonho de tocar na sua cidade
“Tocar em casa e mostrar às pessoas daqui, sobretudo as do meu bairro (Abelheira) que é possível sonhar e concretizar esse sonho é muito importante. O que ambiciono, para além de viver da música, é ser um exemplo para as pessoas da minha cidade. Quarteira está cheia de talentos e é aqui que devem começar a vingar, por isso é importante que continuem a apostar nas bandas locais.”

Sacik Brow
Um dos mais dotados talentos gerados pela cultura HipHop em Portugal, o cantor brindou Quarteira com temas do seu primeiro álbum e vários originais
“Para mim é um orgulho muito grande atuar aqui pois, apesar de já ter tocado no Pais inteiro, é a primeira vez que toco cá. É bom que apostem nos valores da casa neste tipo de eventos. No futuro quero criar estabilidade para poder viver disto. Este é o meu trabalho e quero que seja isto mesmo. Estou a trabalhar no segundo álbum e espero conseguir o mesmo impacto do primeiro, ou ainda maior.”

Be Myself
A banda de Marco Filipe, encheu a Praça do Mar com os ritmos do hip hop.
“Atuar em Quarteira representou o reconhecimento do nosso trabalho. É muito gratificante estar na nossa cidade, a fazer o que gostamos, para as pessoas que gostamos. A nossa ambição é evoluir e tentar trabalhar sempre mais. Nós temos as nossas ideias, filosofias e teorias próprias, tudo bem estruturado, por isso o nosso plano é mesmo evoluir.”

The Road
Três amigos interpretaram com emoção vários originais entre a pop, rock e blues
“Para nós é um orgulho poder representar a nossa cidade com a nossa música. Tocar em casa é sempre espetacular, pois sentimos uma grande energia por parte de todos. No futuro queremos trazer algo novo, inspirador, orgânico e com muita emoção. Esperamos partilhar o palco com grandes artistas portugueses e contribuir para a nossa cultura”.

Sara Lawrence
O estilo folk/rock chegou pela mão da jovem quarteirense acompanhada pelos The Bullets
“Como quarteirense, o que eu mais queria era tocar em Quarteira, ainda por cima sendo uma cidade onde tentam apoiar os projetos locais, principalmente os de originais como é o meu caso. Tenho muito orgulho em tocar aqui. Para o futuro não tenho um objetivo bem definido, mas quero chegar a um número máximo de pessoas.”

The Fisherman
A banda criada de propósito para o evento interpretou clássicos do rock e da pop
“ A nossa cidade está a viver um momento fantástico, cheia de energia e em crescimento constante. Ao atuar na nossa cidade passamos uma mensagem de união entre quarteirenses: juntos somos de facto melhores e bastante capazes. Mas acima de tudo celebrar a amizade que nós temos na cidade de que tanto gostamos.”


Imagens adicionais

© TOPPING CREATIVE STUDIO